Nos meses de Abril e Agosto a blogosfera costuma se unir para fazer o BEDA (blog every day in april/august), eu não prometo que conseguirei realizar esse feito, pois ainda estou tentando me decidir quanto ao conteúdo que quero apresentar no blog, porém reconheço que esse “evento” é uma ótima oportunidade para testar conteúdos por aqui, então o meu BEDA terá esse intuito de testar conteúdos para que eu possa definir o formato do Café com Luke!

Como parte desse projeto, o #NomeProvisório (o melhor grupo de blogueiros que participo e que você respeita) definiu um dia por semana para realizar uma blogagem coletiva com temas já definidos, sendo assim, todo o Domingo terá post aqui no CcL e nos outros blogs do grupo sobre o mesmo tema.

O tema dessa primeira semana é “Meu Passado Literário” que consiste em contar um pouco sobre como cada blogueiro iniciou nesse mundo extraordinário da literatura, além de descobrir um pouco mais sobre os gostos e mudanças de cada um ao longo dos anos.

Eu na minha infância era uma criança muito criativa, adorava inventar histórias, criar personagens, dar voz aos meus brinquedos, criar e viver em mundos que só existiam na minha imaginação.

Eu não sei ao certo qual foi a minha primeira leitura, mas lembro que lia bastante livros infantis, tinha um em especial que infelizmente não lembro o nome, cujos personagens eram ursos e que eu simplesmente adorava, sem brincadeira alguma eu acho que eu lia esses livros todos os dias, espero que um dia eu ainda possa encontrar esses livros em algum lugar para matar a saudade.

É claro que eu também li muito “Turma da Mônica”, uma ex-tia minha trabalhava em uma editora e sempre recebia gibis da turma e para a minha felicidade, toda visita dela significava dezenas de volumes para que eu pudesse devorar.

O primeiro livro que eu realmente me lembro de ter lido foi “O Menino do Dedo Verde” de Maurice Druon, também por influência de uma das minhas tias, e eu fiquei muito encantado com a história de Tistu, um menino que transformava tudo que tocava em árvores, flores e grama. Recentemente fiz a releitura desse livro e caso você queira conferir tem uma resenha dele no Gaveta Alternativa, blog com o qual colaboro.

Avançando um pouco no tempo, Luke começou a trabalhar e com seu primeiro salário fez o que? Sim, comprou um livro, mas não foi um livro qualquer!

Eu sempre fui fã da cantora Pitty e o discurso do primeiro disco da banda “Admirável Chip Novo” sempre me fez sentir muita identificação e quando descobri que o disco foi baseado dentre várias coisas em um livro, adivinhe…sim, o primeiro livro que comprei com meu primeiro salário foi o maravilhoso “Admirável Mundo Novo” de Aldous Huxley.

Depois disso eu não nunca mais parei de ler, tive várias fases de leitura: A fase histórias em quadrinhos de super-heróis, a fase romances policiais (li muito Sidney Sheldon, meu amigo Douglas sempre me emprestava um livro do autor assim que eu terminava de ler algum outro), e sim gente, claro que teve a fase Crepúsculo, quem não? Acredite ou não, foi a saga dos vampiros que brilham que me levou a procurar mais acerca de livros de terror.

Hoje eu basicamente leio bastante Terror, Horror, Fantasia e Distopia, porém não me desfiz do gosto de ler quadrinhos por exemplo, pelo contrário, amo quadrinhos e olha que bacana, ainda leio “Turma da Mônica”, porém nesse novo formato da Graphic MSP que eu altamente recomendo!

Foi na minha adolescencia que eu criei meu primeiro blog, “Fábrica de Seres” onde concentrava meus textos e poemas, extravasava meus demônios ali, pois sempre fui uma pessoa reservada e era mais fácil para mim desabafar acerca de coisas ruins que estava passando naquela época escrevendo sobre elas e assim me libertando delas aos poucos.

A paixão pela literatura me levou a uns dois ou três anos atrás ter a ideia de criar um blog literário com três amigos, a Gabi, o John e a Leandra, o blog se chama “Gaveta Alternativa” e é um blog sobre livros, séries, filmes, a vida e tudo mais.

Ano passado fui convidado pela Thamiris a participar do grupo literário #NomeProvisório para realizar o #SETEMBROPOLICIAL lá no Gaveta Alternativa e com o grupo e nossas leituras coletivas, eu venho me desafiado a cada mês a ler coisas que fogem um pouco ou até mesmo absurdamente da minha zona de conforto e essa experiência tem sido muito boa para acabar com certos pré-conceitos literários que tinha e até mesmo para fazer com que eu redescubra um pouco a minha forma de ler e interagir com o que leio, mas isso é um assunto para um post futuro.

Para não deixar esse texto tão grande, vou finalizar com uma lista de 10 fatos sobre minha vida literária como um todo.

  1. Meu autor favorito da vida é o maravilhoso Stephen King;
  2. Eu tenho uma coleção até que razoavelmente grande de livros do King;
  3. Meu gênero favorito da literatura é o Horror/Terror;
  4. Eu já li um livro “adulto”;
  5. Eu só fui ler Harry Potter depois de adulto, pois em casa bruxaria era proibido;
  6. Eu sempre peço livros nos amigos ocultos da vida;
  7. Eu já comprei um livro que já tinha por não me lembrar que já tinha comprado;
  8. Eu já prometi mil vezes não comprar mais livros enquanto não terminar de ler os que já comprei, mas ei, olha só essa promoção!
  9. Eu já menti para não emprestar um livro;
  10. Recentemente tenho começado a ler livros em inglês e estou amando a experiência.

Espero que tenha gostado do post diferentão e fica aqui meu convite para conferir o conteúdo nos blogs integrantes do projeto: Eu Li ou Vou Ler, Jeniffer Geraldine, Ponto Para Ler, Plataforma 9 3/4, Dicas da Isa e Amante dos Livros.

Um  abraço e até o próximo café!

Anúncios